Automação Industrial

Vivi uma das maiores mudança dos séculos. Minha infância foi praticamente toda offline, entretanto, na minha adolescência era possível conversar com meus amigos por meio de um computador.

Ainda na infância meu programa de TV favorito era o Mythbuster, os caçadores de mitos. Para quem nunca viu o programa era apresentado pelos engenheiros Adam Savage e o Jamie Hyneman. A ideia do programa era usar elementos científicos para validar rumores, mitos urbanos, cenas fisicamente duvidas de filmes e mitos no geral. Lembro até hoje da cena que atiçou minha mente para engenharia e automação. Os 2 protagonistas estavam desenvolvendo um patins por controle remoto para a gravação de um comercial e eu achei isso extremamente desafiador.

Uma outra história que eu sempre conto quando digo por que escolhi automação foi quando soltei uma singela bombinha na lixeira da escola, mas aí você me pergunta: “o que tem a ver uma simples bombinha com automação?”, bom, momentos antes da explosão a Lurdinha (que era a “vigia” dos alunos) me viu passando perto da lixeira e logo fui culpado. Nesse momento lembrei do patins por controle remoto e pensei: “E se eu fizesse uma bomba por controle remoto?”

E foi assim que decidi fazer Engenharia de Controle e Automação.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram